Pular para a barra de ferramentas

O Estado Empreendedor

Por que o Governo não sai do caminho e deixa a inovação para o setor privado – os “verdadeiros revolucionários”? É um retórica que você ouve em toda parte, e Mariana Mazzucato quer acabar com isso. Nesse TED Talk, ela mostra como o Estado – que muitos vêem como lento, burocrático e cheio de jeitinhos – é realmente um dos nossos principais tomadores de risco e formadores de mercado.

Qual ator na economia é mais responsável por fazer a inovação radical acontecer? Mariana Mazzucato surge com uma resposta surpreendente: o Estado.

Assista a palestra de Mariana Mazzucato

Os Estados e os governos são muitas vezes descritos como lentos, burocráticos e avessos ao risco. Esse argumento é usado em apoio à menor participação do Estado e maior liberdade às empresas privadas. Mariana Mazzucato oferece uma forte visão contrária:

Estados não são apenas os reguladores de mercado e fixadores, mas também “construtores de mercado” – criando ativamente um visão de inovação e investimento em áreas de risco e de incerteza, onde o capital privado pode não ver nenhum retorno sobre o investimento (ROI). Isso mesmo: Capital de Risco (Venture Capital) assume muito menos riscos do que geralmente se pensa. Como um exemplo, a tecnologia por trás o iPhone e Google existe porque o governo dos EUA tem sido muito intervencionista no financiamento da inovação. Os investidores privados chegam apenas depois. É o que deve ocorrer com a próxima “grande coisa” depois da internet: A Revolução Verde.

Mazzucato, professora de economia na Unidade de Ciência e Tecnologia Policy Research (SPRU , University of Sussex), argumenta que a Europa precisa hoje redescobrir esse papel – o que o continente precisa não é de austeridade, mas de investimentos estratégicos (e novos instrumentos como bancos de investimentos públicos) no sentido de uma “União da Inovação”.

“Trata-se de admitir que, em muitos casos, tem sido de fato o Estado, não o setor privado, que tem a visão de mudança estratégica ,a ousadia de pensar – contra todas as probabilidades – sobre o impossível.”

Mariana Mazzucato em “O Estado Empreendedor”

Comments

  1. Giordanni

    Muito bom! O Estado é mais que um reparador de falhas de mercado. É mais protagonista, que coadjuvante.

  2. Alexandre Cardoso

    Incrível isso que a Mariana disse o Ted. As próprias universidades estadounidenses são mantidas por investimentos públicos mais do que qualquer outra coisa. A revolução da inclusão, isso sim. Obrigado.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

@

Não ativo recentemente