Sim, devem acabar! Do modo que a maioria deles existem hoje, sim! Se estou maluco por trabalhar em um desses setores e estar falando isso? Não, ou pelo menos ainda não. São anos exercitando diversas abordagens, realizando conquistas e também observando retrocessos. Ou seja, precisamos reconsiderar algumas premissas do papel dos setores de planejamento na administração pública.

O significado de um PLANO DE AÇÃO, oriundo de um planejamento estratégico (ou não), está sendo vinculado às exigências de um setor ou área de Planejamento da organização, como se o plano fosse deles. Ou seja, o DESEJO da instituição ou daquele gestor de áreas operacionais ou estratégicas em fazer aquele PLANO DE AÇÃO foi perdido! O “tesão” nunca foi despertado naquele gestor, desde a sua origem no planejamento estratégico, ou então, foi perdido no decorrer do tempo.

Ao reavaliar o papel de setores de planejamento em sua organização, considere refletir as seguintes premissas:

INTERAJA E ITERAJA!

Mantenha o foco sobre o seu problema, no real motivo que você está atuando, seu desafio, e não se apegue insistentemente em ideias de “soluções de hoje” para os “cenários do amanhã”. Interaja com as pessoas e busque mais ideias, descarte ideias, saiba e sinta o que realmente faz essas pessoas se movimentarem, isso fará toda a diferença! Itere, ou seja, repita isso muitas vezes, se adaptando e validando ideias em soluções. Aprenda mais sobre Design Thinking, Prototipação e Empatia.

BUSQUE UM SIGNIFICADO

Atuando em um setor de planejamento considere como incumbência propiciar aos demais gestores da organização re-significarem aquilo que estão fazendo, o papel deles, o sentido de seus setores e atribuições. Observe quão clara é a parte que lhes compete e das suas equipes. Entretanto, não apenas em relação a um plano estratégico ou diretrizes, mas na perspectiva do cidadão, da sociedade, e especialmente das pessoas “para as quais” ele efetivamente trabalha (lideranças) e “com quem” ele trabalha (organização).

INSPIRE O DESEJO EM FAZER

Somos seres sociais. Precisamos e desejamos aceitação e reconhecimento. Antes do plano, pense e tenha certeza que aqueles participantes acessaram o que lhes motiva fazer acontecer. Não menospreze os fatos que todos trabalhamos para agradar ou atender alguém. Leve em conta esse alguém de cada um. O servidor público tem uma tarefa nobre que é servir ao povo, portanto, não esqueça dele, tal qual é atender as diretrizes das chefias superiores. Por fim, sem “tesão” não vai rolar! O planejamento precisa aperfeiçoar as suas preliminares. Conhecer mais profundamente os gestores e suas personagens. A Empatia é a chave.

DEFINA O SUCESSO

Nossa sociedade mudou! Apenas entregar no prazo, na conformidade, na legalidade, na qualidade os produtos, os serviços, as informações não são mais suficientes para garantir a satisfação do cidadão ou dos colegas. Reconsidere a “proposta de valor” na finalidade dos seus setores e da sua organização. Participação, transparência, colaboração, inovação, etc. podem ter um novo destaque em suas prioridades. Estude e considere repaginar o seu “modelo de negócio público”.

Márcio Welter

Márcio Welter

Márcio Welter atuou por 10 anos em médias e grandes empresas de desenvolvimento de software para o comércio varejista, de software para administração de tributos, dívidas, mobiliário e imobiliário municipais. Tem especializações em Gestão de Negócios de TI, em Gerenciamento Executivo de Projetos e certificações internacionais PMP e ITIL, tendo sido empreendedor na área de TI. Os acasos da vida o levaram a tomar posse como servidor público do legislativo estadual de Santa Catarina. Já passados 7 anos. Fez graduação como tecnólogo em Administração Legislativa, bacharelado em Administração, especialização em Poder Legislativo e Cidadania, e atualmente faz especialização em Inovação e Gestão do Conhecimento para Organizações Públicas, além de mestrado em Computação Aplicada. Nisso tudo, percebeu que o maior desafio do seu desenvolvimento pessoal, nunca serão os cálculos, métricas, métodos, conceitos e fundamentos. Seu desafio pessoal foi e será unir e construir um lugar melhor para e com as pessoas.



Mais artigos

  • Frederico Tadeu da Silva

    Excelente artigo. Parabéns Márcio.